Pravda.ru

Negόcios

ONU aprova pelo 22º ano consecutivo resolução que pede fim do embargo a Cuba

31.10.2013
 
ONU aprova pelo 22º ano consecutivo resolução que pede fim do embargo a Cuba. 19105.jpeg

A Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) aprovou nesta terça (29) uma resolução que solicita o fim do embargo dos Estados Unidos a Cuba. Com 188 votos favoráveis, dois contrários e três abstenções, o organismo multilateral renovou pelo 22º ano consecutivo o pedido para encerramento da sanção.

Leandra Felipe*
Correspondente da Agência Brasil/EBC

A resolução sobre a "Necessidade de pôr fim ao bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos a Cuba", está acompanhada de um relatório do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que apresenta as respostas dos Estados-Membros do organismo. O embargo foi imposto em fevereiro de 1962.


O fim do embargo é expressamente defendido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). "A situação em 2012 foi similar à dos anos anteriores. O bloqueio afeta as relações econômicas externas de Cuba e seus efeitos podem ser observados em todas as esferas das atividades sociais e econômicas do país", indicou a agência da ONU.


A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) acrescentou que Cuba vem se modernizando, mas que o bloqueio representa um entrave às mudanças que o governo de Raúl Castro começou a realizar.
"Os avanços no processo de atualização do modelo econômica são obstaculizados pelo bloqueio e a inclusão de Cuba, desde 1982, na lista norte-americana dos Estados que patrocinam o terrorismo", sinalizou a Cepal.


A Cepal considerou que, no ano passado, o governo dos Estados Unidos não fez esforços para diminuir o impacto do bloqueio. "Os danos acumulados de 1962 até dezembro de 2011 representam mais de US$ 1 bilhão, segundo o último relatório disponível em Havana", informou.


Apesar do acumulo de prejuízo, Cuba vem realizando mudanças. O governo de Raúl Castro aprovou uma nova política de migração, que facilita as viagens de cubanos ao exterior e também a chegada de turistas à ilha.


Do mesmo modo, os Estados Unidos, desde o ano passado, aumentaram o prazo do visto de turismo para cubanos, de seis meses para cinco anos.
 
*Com informações da TV Multiestatal Telesur e Prensa Latina (Agência Pública de Notícias de Cuba)


http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=a652e914c736dfaf8a6667ae6936f0d6&cod=12688


Loading. Please wait...

Fotos popular