Pravda.ru

Negόcios

Plataforma russa chega à Venezuela para explorar gás

31.10.2008
 
Plataforma russa chega à Venezuela para explorar gás

O presidente da Venezuela , Hugo Chávez, informou sobre a chegada a seu país de um navio russo para perfurar e extrair gás. “Está chegando um navio russo com uma plataforma. Vamos a começar a perfuração do primeiro poço gasífero no Golfo da Venezuela”, anunciou o presidente esta quinta-feira(30) citado por site do Ministério do Poder Popular para a Comunicação e a Informação.

O navio chega de acordo com um tratado assinado com o governo russo que se refere à perfuração do primeiro poço gasífero no Golfo da Venezuela em conjunto com a estatal Petróleos da Venezuela (PDVSA) no âmbito de um projeto de cooperação com a empresa russa Gazprom.

O monopólio estatal de gás Gazprom ganhou em 2005 o tender de dois bloques Urumaco I e II para a exploração de gás no Golfo da Venezuela, dentro do projeto Rafael Urdaneta. O citado projeto está dividido em 29 bloques de exploração : 18 localizados no Golfo da Venezuela e 11 nas costas do estado de Falcon (norte) e acumula investimentos estimados oficialmente em 20.000 milhões de dólares, segundo informações oficiais.

“É a revolução gasífera ... PDVSA nunca tinha explorado águas afastadas e esse mar é nosso”, destacou Chávez. Segundo fontes oficiais, Venezuela ocupa o oitavo lugar no ranking mundial dos países com reservas de gás e o primeiro na América Latina , pois tem 5 bilhões de metros cúbicos de reservas confirmadas deste recurso.

Em setembro o governo russo anunciou que cinco gigantes de produção de crude e derivados de petróleo ( Gazprom, Lukoil, TNK-BP, Surgutnefnegaz e Rosneft) investirão “dezenas e milhares de milhões de dólares” na Venezuela em associação com companhias como PDVSA. Gazprom, Lukoil e TNK-BP também têm contratados na Venezuela os bloques para a qualificação e certificação das reservas na Faixa petrolífera do Orinoco (este).


Loading. Please wait...

Fotos popular