Pravda.ru

Negόcios

Emprego cresce e déficit da Previdência cai

30.07.2008
 
Emprego cresce e déficit da Previdência cai

Pela primeira vez, desde 1995, será possível para a Previdência Social fechar o ano com redução do déficit. A necessidade de financiamento do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) foi de R$ 18,542 bilhões no primeiro semestre deste ano, resultado 17,5% inferior ao do mesmo período de 2007. A arrecadação líquida de R$ 74,924 bilhões foi 10,3% superior à dos seis primeiros meses do ano passado. Já as despesas de R$ 93,467 bilhões subiram 3,4%, informou o secretário de Políticas de Previdência Social, Helmut Schwarzer. Ele atribuiu o crescimento da arrecadação à elevação do nível de emprego, à formalização do mercado de trabalho e também à eficiência na fiscalização feita pela Receita.



No início do ano, o Ministério da Previdência trabalhava com uma projeção de déficit de R$ 44 bi para 2008, reduzida depois para R$ 42 bi. “Estamos tendo uma queda em relação ao projetado no início do ano”, comentou o secretário.


Financiamento - A projeção do Ministério aponta para uma necessidade de financiamento de R$ 38,5 bilhões neste ano, resultado de R$ 163,4 bilhões de arrecadação e R$ 201,9 bilhões de despesas. Schwarzer ressaltou, entretanto, que prefere ser mais cauteloso e manter a estimativa em torno dos R$ 40 bilhões, com viés de baixa para R$ 38,5 bilhões. Até mesmo as estimativas mais conservadoras demonstram uma queda significativa em relação ao resultado do ano passado, quando o desequilíbrio ficou em R$ 44,8 bilhões nominais.



A tendência de queda teve início no ano passado, que só não fechou com um valor inferior ao de 2006 por causa da antecipação do pagamento de parte dos benefícios de janeiro para dezembro de 2007. Mesmo com o pagamento antecipado de quase R$ 3 bilhões, a necessidade de financiamento caiu de 1,8% do Produto Interno Bruto (PIB), em 2006, para 1,75%, em 2007. “Se nossas expectativas se confirmarem, vamos ter em 2008 nova redução em relação ao PIB e também em valores reais e nominais”, afirmou.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República


Loading. Please wait...

Fotos popular