Pravda.ru

Negόcios

Lula: "A carga tributária pode ser menor”

29.10.2007
 
Lula: "A carga tributária pode ser menor”

Durante o programa de rádio "Café com o Presidente", O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira, o governo federal está trabalhando por uma carga Tributária menor.

"A carga tributária pode ser menor. Estamos trabalhando para isso. Por isso, nós estamos em fase final de elaboração de um projeto de reforma tributária, junto com os Estados. Nós queremos construir essa proposta de política tributária que atenda aos interesses do Brasil. Política tributária é muito difícil porque cada deputado, cada senador, tem uma, cada presidente tem uma, cada indústria tem uma, ou seja, nós precisamos abrir mão das nossas propostas individuais e construir uma proposta consensual para o país. Estamos perto e vamos mandar [para o Congresso Nacional]. Ninguém quer mais diminuir a carga tributária do que eu."

O presidente ainda falou sobre seu encontro com empresários, na semana passada. "Essa reunião com os maiores empresários brasileiros foi feita para que a gente pudesse instigar os empresários brasileiros a dizerem para nós os investimentos que estão fazendo, para que nós pudéssemos instigá-los a fazer os investimentos que o Brasil precisa que os empresários façam nesse momento porque o que está acontecendo no Brasil neste instante é que o Brasil recuperou a sua capacidade de crescimento, portanto, os empresários precisam recuperar a sua capacidade de investimento e o governo precisa contribuir aumentando a sua capacidade de financiamento."

Lula disse que o governo está fazendo o papel de estimulador para que os empresários acreditem cada vez mais no país. "Eu senti muito otimismo. Todos nós sabemos que o empresariado brasileiro está começando a fazer investimento. Eu estou estimulando os empresários a fazer investimentos em nova siderurgia porque o Brasil precisa aumentar a sua capacidade produtiva."

O presidente também falou sobre o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Petrobras. "Eu estive na sexta-feira [26] no Cenpes, que é o Centro de Pesquisa da Petrobras. Fui discutir um PAC da Petrobras com toda a diretoria da Petrobras e fiquei preocupado, por isso que nós temos que estimular o investimento. Porque a Petrobras ela deve ter aproximadamente 65 mil fornecedores, ou seja, 65 mil empresas, de todos os tamanhos, que fornecem produtos para a Petrobras. O que nós estamos percebendo é que empresas que necessitavam de 240 dias, 250 dias para fazer o atendimento a um pedido da Petrobras, hoje estão demorando 450 dias, 470", segundo a Folha Online


Loading. Please wait...

Fotos popular