Pravda.ru

Negόcios

Bolívia: Na solenidade de estatização, Morales anuncia redução de 66% no preço do gás

26.07.2009
 
Bolívia: Na solenidade de estatização, Morales anuncia redução de 66% no preço do gás

Com o controle estatal do sistema de hidrocarbonetos, o governo boliviano anunciou uma redução de dois terços, no preço do gás doméstico.

“Quando uma família tinha gás domiciliar, a empresa privada cobrava 18,2 bolivianos. Agora que recuperamos a Emcogas, o custo ao público é de 8 bolivianos”, explicou o presidente boliviano durante ato na região de Sacaba, em Cochabamba.

A medida entrará em vigor a partir de agosto, já que a Emcogas permanecerá em mãos privadas até o final de julho, quando se encerrará a concessão de 20 anos outorgada pelo governo boliviano da época. A redução do preço do gás boliviano se dará com o desaparecimento dos lucros da empresa gerente.

“A partir de hoje, tomamos o controle absoluto da distribuição de gás natural domiciliar”, afirmou o presidente da Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB), Carlos

Ah! As Granjas Carrol não foram propriamente expulsas. É que o acordo de livre comércio (o mesmo que EUA e Israel querem fazer com o Brasil) entre o México, o Canadá e os Estados Unidos, permite à empresa operar no primo pobre.

É como o lixo que o Reino Unido – nome pomposo – enviou para o Brasil disfarçado de outras coisas.

Honduras é aqui também. O que varia são as formas de ação. Ora areia, ora vaselina.

Com certeza se a culpa não for do delegado Protógenes Queiroz ou do Irã não é de mais ninguém. São os “vilões” preferidos aqui dentro e lá fora.

Beto Almeida

http://www.patrialatina.com.br/


Loading. Please wait...

Fotos popular