Pravda.ru

Negόcios

Brasil e Rússia criarão foguete e avião da quinta geração

16.04.2008
 
Brasil e Rússia criarão foguete e avião da quinta geração

Os governos do Brasil e da Rússia assinaram nesta terça-feria (15), em Brasília, um acordo de cooperação para o lançamento de satélites e a construção de foguetes e aviões. Recorde-se que em fevereiro Brasil assinou o contrato com a Ucrânia sobre a participação no projeto “Cyclon-4” , um foguete que é capaz de lançar a carga até 5 toneladas à altura de 500 quilômetros.

O ministro extraordinário de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger, que assinou o documento com o vice-presidente russo do Conselho de Segurança, Valentín Sobolev, disse a jornalistas que a associação, graças a uma sofisticada engenharia, permitirá o desenvolvimento de aviões militares de "quinta geração", segundo Agência Efe.

O acordo contempla um "treinamento avançado" na área de cibernética, "essencial para a defesa e a evolução da tecnologia brasileira", destacou Mangabeira.

O convênio também é similar ao assinado com a França para a transferência de tecnologias que permitirão a construção do submarino de defesa "Scorpene", que seria movido a energia nuclear, além de helicópteros e de aviões caça.

Sobolev, por sua vez, frisou que, com o acordo, os dois países poderão iniciar "consultas sobre um amplo espectro de questões de segurança" e elevar "o nível das relações" entre as duas nações em relação aos desafios na área de segurança.

Para Sobolev, o Brasil é um país-chave na América Latina. Ainda segundo ele, outra das idéias do acordo de cooperação será a busca de uma alternativa ao GPS (sistema de posicionamento global), controlado pelos Estados Unidos.

Desse modo o Brasil nas proximidades se tornará o membro do “clube” das potências espaciais. A Rússia por sua parte receberá o acesso ao cosmódromo de vantagem energética muito elevada  em Alcântara (MA). A área fica em posição geográfica privilegiada, próxima à linha do Equador, o que diminui o custo das missões, e, com isto, será possível que mais de um quarto dos lançamentos de foguetes e satélites do mundo passem a ser feitos no Brasil.


Loading. Please wait...

Fotos popular