Pravda.ru

Negόcios

Porto iraniano de Chabahar seria nova pedra no sapato dos EUA?

12.11.2018
 
Porto iraniano de Chabahar seria nova pedra no sapato dos EUA?. 29864.jpeg

Porto iraniano de Chabahar seria nova pedra no sapato dos EUA?

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, resolveu suspender algumas sanções contra o Irã para não obstaculizar o desenvolvimento do porto de Chabahar, que tem uma importância estratégica para a economia do vizinho Afeganistão.

De acordo com especialistas, essa exceção pode dar lugar à construção de uma rodovia entre o Irã e o Afeganistão, por onde serão transportados produtos alimentícios e medicamentos que não estão na lista dos bens sancionados imposta por Washington, algo que desempenharia um papel fundamental no desenvolvimento das exportações não petrolíferas iranianas a países da Ásia Central e Sul, fora do golfo Pérsico.

Segundo declarou à Sputnik Persa o analista iraniano Pir Mohamed Mollazehi, especializado em assuntos do Afeganistão, Índia e Paquistão, caso o porto de Chabahar se converta em um ponto de trânsito, o Irã reforçará suas posições na zona, além de propiciar desenvolvimento das províncias do país."O Chabahar é o único porto localizado fora do golfo Pérsico que tem saída ao oceano, algo que é de importância estratégica para o Irã", indicou.

O analista destacou que, caso um trem passe pelas regiões de Zahedan e Khorasan do Sul até o Afeganistão e Turcomenistão, um impulso será dado na economia das localidades iranianas de Bandar Abbas, Hormozgan, e ao sul da região de Kerman, Sistan e Baluchistan.

Enquanto isso, o especialista recordou que a China, por sua vez, havia investido em outro porto, Gwadar, situado na Índia."Estes países competem a nível regional, portanto, o Chabahar não é apenas importante do ponto de vista estratégico", assinalou Mollazehi.

Por sua vez, outro analista, Reza Rezajah, frisou que os investidores, em particular, da Índia, consideram o Chabahar uma "medida de realização das aspirações duradouras, assim como uma ferramenta estratégica em sua competência com a China".

O especialista afirmou que "poderia parecer que os EUA obstruem o desenvolvimento do porto, mas não é assim. Se fosse assim, a Índia não teria investido no projeto", acrescentou.

De acordo com Rezajah, Washington prefere permitir que a Índia trabalhe no Chabahar devido à presença da China no Gwadar. O mais importante para os EUA é impedir que Pequim e países da Europa ganhem o controle do porto.

"Deste ponto de vista, pode-se dizer que os EUA deram luz verde à Índia para investir no Chabahar", ressaltou.

http://www.iranews.com.br/porto-iraniano-de-chabahar-seria-nova-pedra-no-sapato-dos-eua/

 


Loading. Please wait...

Fotos popular