Pravda.ru

Negόcios

Será que a Rússia se livra do dólar ?

09.04.2014
 
Será que a Rússia se livra do dólar ?. 20139.jpeg

O gás, o petróleo e os produtos de defesa vendendo em rublos. É isso que os monopolistas russos pensam em fazer no mercado mundial. A iniciativa partiu do chefe de um dos maiores bancos da Rússia, VTB Bank, Andrei Kostin. Segundo o banqueiro, a transferência de diferentes setóres da economia para os pagamenos em rublos dará um golpe no sistema de dólar. A questão consiste em adquirir os aliados entre os participantes do mercado, em particular no campo de petróleo e gás.


Os banqueiros e empresários russos enfrentando as constantes ameaças de sanções a partir do Ocidente podem quebrar a paridade do dólar no mercado mundial. A iniciativa é do chefe do VTBank, Andrei Kostin e parece muito ambiciosa mas apenas à primeira vista. "Estamos caminhando para uma maior utilização do rublo russo como moeda de liquidação já há um bom tempo. O rublo tornou-se plenamente conversível há muito tempo atrás. Infelizmente, temos visto conseqüências predominantemente negativas desta etapa até agora, revelados na saída de capitais do país. O influxo de investimentos estrangeiros para a Rússia tem sido especulativo e consideravelmente desestabilizador para nossos mercados de ações. "

"A Rússia deve vender produtos nacionais — de armas de gás e petróleo — para o estrangeiro por rublos e comprar mercadorias estrangeiras também por rublos …. Só então é que vamos usar as vantagens de ser o rublo como uma moeda estrangeira na medida certa" — concluiu.

Segundo os vários especialistas russos o abandono do dólar como a moeda de referência em transações de compra e venda  em relação  aos produtos de petróleo e gás, bem como par aos das empresas de defesa, é bastante simples.

Neste caso, o sistema de dólar onipotente poderia incorrer em perdas. Assim, de acordo com o Serviço Federal de Cooperação Técnico-Militar da Rússia, em 2013 o volume das entregas de equipamentos militares russos somaram 15,7 bilhões de dólares. No início de 2014, pedidos em carteira chegaram a US $ 40 bilhões. Ou seja, a demanda por produtos da indústria de defesa da Rússia tem sido crescente. No entanto, a maioria dos pagamentos tem sido feita em dólares, o que leva benefícios para o sistema americano comercial. Agora na situação de os EUA introduzindo sanções contra a Rússia, não seria lógico para a Rússia abandonar o apoio generalizado da moeda nacional norte-americana?

"Acho que é uma boa iniciativa, mas não para ser realizada em curto prazo", — disse ao Pravda. Ru editor chefe da revista Exportação de Armas, Andrei Frolov. — Estão em execuçao os contratos de um prazo detrminado, e sendo estes contratos em dólares, é altamente improvável para poderem ser recalculados em rublos. Seria possível, porém, iniciar esta iniciativa em comércio com os países da CEI. Se esta ação for bem sucedida, será possível, em seguida, aplicá-la a outros países".

Ao mesmo tempo, de acordo com os especialistas russos , o processo de transferência para outra moeda pode levar anos, mesmo que os parceiros concordem em avançá-lo. O caso do setor de petróleo e gás é o mais interessante neste sentido, segundo o diretor do VTB Bank Kostin. Pois, o dólar americano  fica fortemente ligado ao sistema de petrodólares. E é óbvio que a regra do jogo no mercado de "ouro negro" mudando  permitirá à Rússia dar a moeda dos EUA um forte golpe.

Há outros opções por começar. A empresa petrolífera Gazpromneft já analiza a possibilidade de substituir dólares por euros em operações de exportação. O chefe da empresa, Alexander Dyukov, disse que 95 por cento dos compradores de matérias-primas russas concordam com a proposta, segundo escreve o jornal RBC. A probabalidade desta decisão ser realizada aos poucos também é mínima, no entanto, se os EUA continuarem a pressionar a Rússia com sanções, os empresários da primeira fila da Rússia serão obrigados a tomar as medidas cruciais.

Será que os compradores  de petróleo e gás russo concordam em aceitar tais condições?

" Outros jogadores do mercado de alguma forma tem que se adaptar ao vendedor por não haver nenhum outro lugar onde puderem comprar combustível", — disse ao Pravda. Ru o maior especialista do Sindicato dos Produtores de Petróleo e Gás da Rússia, Rustam Tankan. - Nós temos a seguinte situação. Nossos principais clientes vêm tentando se livrar de nós, como fornecedores desde os meados do século passado. Os governos europeus decidiram há 50 anos não comprar na Rússia mais que um terço dos portadores de energia. Mas já desde aquela época eles não podem se livrar completamente desses fornecimentos apesar de terem sido feito tudo para o fazer. Mas não tem outras variantes por optar. Os consumidores de gás e petróleo russos, eles não têm para onde vir. Nesta situação, se lhes for sugerido para pagarem em rublos ou em yuans vão pagar. Acho que é um problema político e não técnico, pois o rublo é uma divisa a convertir"- disse o cindicalista.

O monopólio russo Gazprom analisa atualmente a possibilidade de usar o rublo mais ativamente nos seus pagamentos com os compradores estrangeiros. Embora, de acordo com Rustam Tankaev, o movimento de abandonar o dólar em pagamentos de exportação de recursos não possa causar danos significativos ao sistema de dólar, pois, o rublo não faz a parte significativa no mercado mundial de petróleo e gás; No entanto certamente haverá benefícios para o rublo, em particular vai adquirir a liquidez, acredita o especialista.

Elizaveta Polskaya

Leia original em russo


Loading. Please wait...

Fotos popular