Pravda.ru

Negόcios

Prorrogação da CPMF pode ser evitada

08.11.2007
 
Prorrogação da CPMF pode ser evitada

Uma planilha de votação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), bem guardada pelo governo, aponta que dois dissidentes conhecidos e três potenciais traidores podem evitar a aprovação da prorrogação do imposto até 2011, como deseja o governo, informa nesta quinta-feira o blog do Josias da Folha OnLine. 

O consórcio que dá suporte a Lula no Congresso tem 53 senadores. São quatro votos a mais do que os 49 necessários à renovação do imposto do cheque, mas os cinco votos duvidosos podem derrubar os planos do governo.

Os dissidentes conhecidos são Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) e Mão Santa (PMDB-PI). Os potenciais são Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), Geraldo Mesquita (PMDB-AC) e Expedito Júnior (PR-RO).

Nas próximas semanas, pretende exceder-se nos afagos. Faz, no momento, um levantamento das emendas que cada um injetou no Orçamento. Mapeia, de resto, reivindicações que por ventura o governo tenha deixado de atender num ou noutro ministério.

Além dos peemedebistas, os governistas querem evitar dissidências no bloco partidário liderado pelo PT. O PDT, por exemplo, já adiantou que poderá ter parlamentares contrários à prorrogação da CPMF.

 Veja como será calculado o abatimento da CPMF


Loading. Please wait...

Fotos popular