Pravda.ru

Negόcios

No Brasil, executivos do Banco PanAmericano são banidos do sistema financeiro por até 20 anos

05.11.2011
 

Por ANTONIO CARLOS LACERDA

PRAVDA.RU

No Brasil, executivos do Banco PanAmericano são banidos do sistema financeiro por até 20 anos. 15883.jpegSÃO PAULO/BRASIL - No Brasil, o Banco Central (BC) decidiu banir de atuar no Sistema Financeiro Nacional por até 20 anos os principais executivos e conselheiros do Banco PanAmericano, que foram considerados responsáveis ou omissos pelo rombo de R$ 4,3 bilhões.

O Banco PanAmericano pertencia ao apresentador de TV e dono do Sistema Brasileiro de Televisão Silvio Santos, que vendeu a sua parte para o BTG Pactual. A decisão foi resultado de um processo administrativo sigiloso que apurou o caso.

A pena é a inabilitação por um período que varia de acordo com o nível hierárquico e o grau de responsabilidade dos executivos envolvidos. Rafael Palladino e Wilson de Aro, respectivamente, ex-presidente e ex-diretor financeiro do banco, não poderão atuar no setor por 20 anos.

Os demais diretores ficarão afastados por 15 anos, e os membros dos conselhos de administração e fiscal, por oito anos.

Embora não tenham exercido atividades diretas no banco, Guilherme Stoliar, sobrinho de Silvio Santos e diretor do SBT, e Luiz Sandoval, presidente do grupo Silvio Santos, também ficarão impedidos de atuar no mercado financeiro por oito anos. Os executivos ainda podem recorrer da decisão no próprio Banco Central.

Jornalistas não conseguiram falar com Rafael Palladino, quanto Luiz Sandoval e Guilherme Stoliar foram orientados a não comentar o caso, mas pretendem recorrer. Já os advogados de Wilson de Aro não retornaram as ligações feitas por jornalistas.

ANTONIO CARLOS LACERDA é correspondente internacional do PRAVDA.RU

 

 


Loading. Please wait...

Fotos popular