Pravda.ru

Negόcios

Produção industrial cresce há nove meses seguidos

04.11.2009
 
Produção industrial cresce há nove meses seguidos

A recuperação da indústria brasileira revela-se nos números apresentados nessa terça-feira (3) pelo IBGE. O acréscimo de 0,8% na produção entre agosto e setembro atingiu a maioria (17) dos 27 ramos ajustados, com destaque para máquinas e equipamentos (5,8%) e veículos automotores (3,5%).
Outras contribuições relevantes vieram de máquinas, aparelhos e materiais elétricos (2,8%); outros produtos químicos (1,4%); indústrias extrativas (1,6%); e perfumaria, sabões e produtos de limpeza (5,0%). As principais pressões negativas vieram de refino de petróleo e produção de álcool (-4,7%); alimentos (-1,0%); e máquinas para escritório e equipamentos de informática (-5,3%).

Produção de bens de capital cresce no 3º tri, interrompendo três trimestres negativos. No terceiro trimestre do ano, a produção industrial registrou o segundo resultado positivo na comparação com o trimestre imediatamente anterior (4,1%), acumulando um ganho de 8,1%. Houve também uma ligeira aceleração do crescimento em relação à taxa registrada no segundo trimestre do ano (3,9%).

Entre as categorias de uso, bens de consumo duráveis apontou a taxa de crescimento mais elevada (9,2%), após crescer 2,1% no primeiro e 11,5% no segundo trimestres, impulsionada principalmente pelos incentivos fiscais, a oferta de crédito e a manutenção da massa salarial. O segmento de bens de capital (6,1%) interrompeu três trimestres consecutivos de taxas negativas, período em que acumulou uma perda de 27,1%. O setor de bens intermediários (3,8%) registrou o segundo resultado positivo consecutivo, acumulando 7,5% de expansão, enquanto os bens de consumo semi e não duráveis ficaram estáveis (0,0%), depois de registrarem crescimento de 1,5% no período abril-junho.

Balança Comercial - Outubro de 2009 fechou com saldo comercial (diferença entre os valores importados e exportados) positivo de US$ 1,328 bilhão e média diária de US$ 63,2 milhões. O valor foi 4,7% maior que o valor médio de outubro de 2008 (US$ 60,4 milhões). No mês, as exportações brasileiras alcançaram US$ 14,082 bilhões (média de US$ 670,6 milhões), resultado 1,6% acima da média de setembro passado (US$ 660,1 milhões). Os dados foram divulgados nessa terça-feira (3) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Loading. Please wait...

Fotos popular