Pravda.ru

Negόcios

Encontro pelos 30 anos de Foro de São Paulo marca semana no Brasil

02.08.2020
 
Encontro pelos 30 anos de Foro de São Paulo marca semana no Brasil. 33718.jpeg

Encontro pelos 30 anos de Foro de São Paulo marca semana no Brasil

Brasília, 1 ago (Prensa Latina) O encontro virtual pelo 30ú aniversário do Foro de São Paulo, centrado em chamados à unidade, solidariedade e integração entre os povos e a enfrentar a ofensiva neoliberal, marcou a semana no Brasil.

 

Realizada no dia 28 de julho pelas três décadas do mecanismo de acordo de forças de esquerda e progressistas da América Latina e o Caribe, na videoconferência participaram os presidentes Miguel Díaz-Canel, de Cuba, Nicolás Maduro, da Venezuela, e Daniel Ortega, da Nicarágua.

Os três líderes trocaram propostas e reflexões abrangidas do pensamento articulador que promoveu o líder histórico da Revolução cubana, Fidel Castro, e do poder mobilizador do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.

Em uma primeira intervenção, Ortega comentou que para eliminar a Covid-19 que afeta nossos povos temos que eliminar o vírus maior, o capitalismo.

É o capitalismo, o neoliberalismo o vírus maior, insistiu o líder da Frente Sandinista ao analisar o contexto da pandemia global da Covid-19 'que está sacudindo a economia mundial'.

Há que acabar com esse vírus, essência mesma do egoísmo e da maldade, remarcou o governante nicaraguense.

Por sua vez, Maduro previu a próxima chegada de uma nova onda de governos progressistas na América Latina para fazer frente à ofensiva neoliberal imperante na região.

Ponderou a importância deste espaço de convergência política da esquerda latino-americana e mundial para dar continuidade aos processos de união e integração regional.

O Foro de São Paulo tem sido uma grande força democratizadora da região, uma grande força avançada e a instância mais influente de partidos e movimentos do continente, sublinhou Maduro, que também rendeu homenagem ao líder da Revolução bolivariana Hugo Chávez (1954-2013), em ocasião de celebrar o aniversário 66 de seu nascimento.

Depois de cumprimentos aos povos latino-americanos e caribenhos, Díaz-Canel assegurou que a experiência no confronto à Covid-19 confirma que só a cooperação e solidariedade internacional salvarão à humanidade desta crise inédita na história.

Destacou a atuação das equipes sanitárias da nação caribenha no combate contra o coronavírus (SARS-CoV-2).

'Somam já 45 as brigadas do contingente contra desastres naturais e graves epidemias Henry Reeve que brindam colaboração em 38 países com 3.772 integrantes', precisou.

Convocou às forças políticas do foro a mobilizar-se unidas para enfrentar os novos desafios, junto aos movimentos sociais e populares.

'Há 30 anos, os pessimistas da desesperança, entusiastas do mercado, porta-vozes do pensamento único, fizeram achar que tinha terminado a História. Aqui estamos os insubmissos defensores da esperança, de outro mundo possível', sublinhou Díaz-Canel.

jha/ocs/cc

https://www.prensalatina.com.br/index.php?o=rn&id=33029&SEO=encontro-pelos-30-anos-de-foro-de-sao-paulo-marca-semana-no-brasil

 


Fotos popular